+55 31 9 8904-6028

Mulheres e imprensa no século XIX – Projetos feministas no Rio de Janeiro e em Buenos Aires

Mulheres e imprensa no século XIX – Projetos feministas no Rio de Janeiro e em Buenos Aires

Este livro é fruto da tese de doutorado de Bárbara Figueiredo Souto. Nesta obra, a autora pesquisa e analisa comparativamente, com rigor teórico-metodológico e bibliografia atualizada, as produções de mulheres letradas no universo latino-americano, mais especificamente os jornais de mulheres que circularam em Buenos Aires e no Rio de Janeiro entre 1852 e 1855: o Jornal das Senhoras (Rio de Janeiro), La Camelia e o Album de Señoritas (Buenos Aires). As redatoras e personagens estudadas neste livro são Juana Manso, Violante Atabalipa, Gervázia Nunezia e Rosa Guerra.

Nesses periódicos emancipatórios, Bárbara encontrou pautas diversas – elas participaram da imaginação nacional, projetando mudanças políticas, econômicas e sociais para o Brasil e para a Argentina –, algumas delas voltadas especificamente para as mulheres, como: educação, reconhecimento da igualdade da capacidade intelectual entre mulheres e homens; acesso das mulheres ao conhecimento científico; “ilustração” feminina; participação política e direitos políticos para as mulheres; fim da condição de submissão feminina; fim da violência física contra as mulheres etc. A autora também confirmou a hipótese de que havia mais similitudes que diferenças nas pautas feministas elaboradas no Rio de Janeiro e em Buenos Aires nos meados do século XIX.

Páginas: 330
Formato: 15,5 x 23 cm

COMPRAR AGORA